UNITA confirma presença na próxima Legislatura

 In Politics

A UNITA vai estar presente no dia 15, na cerimónia de tomada de posse da nova legislatura, bem como participará nas instituições do Estado, garantiu, quarta-feira, em Luanda, o seu presidente Adalberto Costa Júnior.
Em conferência de imprensa, o líder da UNITA disse que, depois de um profundo diálogo e auscultação nas 18 províncias, chegou-se à conclusão que não poderia estar fora das instituições do Estado.

Através de delegações que trabalharam com os cidadãos e membros da sociedade civil angolana sobre os desafios imediatos do país, frisou que a UNITA tem e deve participar na construção de um verdadeiro Estado Democrático e de Direito.

Em função dos conselhos, aceitou desenvolver um processo múltiplo democrático com a participação nas instituições do Estado, incluindo a tomada de posse na Assembleia Nacional e a luta de massas pela reivindicação de direitos de cidadania.

Adalberto Costa Júnior referiu que a UNITA vai continuar a lutar com todas as forças para que a legislatura que inicia amanhã seja de mais democratização e participação dos cidadãos, através de uma agenda para efectivar o funcionamento das autarquias no país. Com a participação da UNITA nas instituições do Estado, frisou, os angolanos vão ter tratamento igual e direito ao contraditório nos órgãos estatais de comunicação social, bem como o fim da impunidade daqueles que, reiteradamente, subvertem a vontade do povo.

A partir da nova legislatura, reafirmou, o seu partido e parceiros (Projecto PRA-JA Servir Angola e o Bloco Democrático) vão fazer tudo para que a eleição do Presidente da República seja de forma directa e com a clarificação da separação e interdependência de poderes.

O líder do segundo partido mais votado nas Eleições Gerais de 24 de Agosto disse que está em agenda a luta para a despartidarização efectiva da Administração Pública, dos órgãos autónomos e do poder judicial.

Relativamente à participação dos cidadãos nas eleições, Adalberto Costa Júnior referiu que a UNITA e os seus parceiros reiteram os “mais sinceros agradecimentos a todo o povo angolano, pela participação neste acto eleitoral”. Destacou que os partidos da oposição estão atentos com a realidade prevalecente em Angola.

Recent Posts

Start typing and press Enter to search

Translate »